Fechar
Digite sua busca no campo abaixo e depois aperte Enter

Eu Amo Fazer Artesanato

21 de setembro de 2016

Artesanato Brasileiro Região Centro-Oeste | Inspire e Expresse Especial

Olá! Vou continuar a nossa série especial sobre o artesanato brasileiro e essa semana, nossa viagem vai descendo o mapa chegando na região centro-oeste. Vou te mostrar um pouco do que encontrei na minha pesquisa, tenho certeza que você vai se encantar! Nessa região as influências dos colonizadores e indígenas, os estados da região são Distrito Federal, Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Capim Colonião
Muitos afirmam que esse capim chegou com navios vindos da África, a palha era usada como enchimento dos colchões dos escravos e como se adapta bem a climas tropicais, tomou conta de diversas regiões do país mas é na região centro-oeste que ele chama atenção, o jeito diferente de trançar a palha cria tramas que chamam atenção. O mestre João da Fibra, passa seu conhecimento para frente e incentiva as mulheres de Chapadinha que fica a 50km da Capital Federal a trabalharem com artesanato. Vale lembrar que na maioria dos casos, essas mulheres chegaram do Nordeste na esperança de encontrar uma vida melhor no cerrado.

jocao

João da Fibra | Foto: Jornal Correio Braziliense

Um dos artesãos mais famosos do país trabalha desde os 13 anos com artesanato e tem um domínio fora do comum com sua matéria-prima, segundo ele:
“Sempre tive medo de morrer e não deixar o meu legado. Para que isso não aconteça, é preciso ensinar as pessoas. A ideia de colocar isso para a frente existe para manter essa história. Sou um discípulo e quero deixar novos discípulos.”

abertura-do-goi_s-mostra-artesanato_-cr_dito-jota-eur_pedes-2

João da Fibra deu aulas na Associação das Donas de Casa de Chapadinha e Circunvizinhanças passando seu conhecimento para as mulheres da região que terão o artesanato como fonte de renda. Outro exemplo que encontrei de uma bolsa feita com essa técnica:

Cerâmica
Essa é umas das técnicas que podemos chamar de Brasil, ela está presente em muitos estados e em Goiás não ia ser diferente, na cidade de Pirenópolis a artesã Cristina Galeão utiliza a matéria-prima da região que é muito rica em minério para confeccionar utilitários de cerâmica. Para conferir mais do Ateliê Adobe, é só clicar aqui.

adobe-ceramica-3

Bio jóias
Outro destaque dessa região é a bio jóia, que como o nome diz os recursos naturais são inseridos nas peças criadas por artesãos. Desde sementes, galhos, fibras e por último as folhas do cerrado são transformadas em acessórios que são a cara do Brasil. Abaixo alguns exemplos da Filigrana no Cerrado, para conferir mais clique aqui.

Pantanal 

Segundo o site Turismo.MS.Gov:
“Uma das principais manifestações culturais da região é representada pelo artesanato feito da reciclagem do osso bovino, couro e restos de madeira, que busca alternativas produtivas, focadas na preservação ambiental e na criação de fonte de renda sustentável para a população mais carente da região. Outra manifestação bem forte na região é a cerâmica confeccionada pelos índios Kadiwéu, conhecida internacionalmente como Cerâmica Kadiwéu. Produzem objetos utilitários e decorativos: potes, panelas, jarros, moringas, placas e animais. Nos utensílios usados para cozer alimentos não é prática aplicar decoração.”

Viola de cocho
Para encerrar o post da região centro-oeste resolvi te contar um pouco mais sobre esse instrumento que é muito tradicional em Mato Grosso, ele é uma das estrelas que compõem as danças cururu e siriri tipicas da região, estou falando da Viola de Cocho.

Considerado patrimônio imaterial do Brasil, o instrumento é feito de maneira artesanal, segundo o site do Centro de Cultura Popular e Folclore Brasileiro:

foto-de-thiago-monteiro-12

Foto: Thiago Monteiro

“Com um molde risca-se a madeira na qual será escavada a caixa de ressonância. Uma vez entalhado o corpo do instrumento, é colado o tampo e, em seguida, são afixados o cavalete, o espelho, as cravelhas e o rastilho para que, então, sejam colocados os trastes e as cordas.”

Para fazer as violas são usadas as madeiras ribeirinhas, o Sarã Dágua e Sarã de Leite são as principais, o trabalho depois de entalhado as violas que possuem 5 cordas, são afinadas de duas formas diferentes:

Canotio solto: de baixo para cima, , , mi,, sol
Canotio preso: de baixo para cima,  ,, mi,, sol.

 

foto-de-thiago-monteiro-1

Foto: Thiago Monteiro.

Para você que gostou de saber mais sobre a Região Centro – Oeste, listei abaixo as principais matérias-primas e técnicas de cada estado. Tenho certeza que vale a viagem e conhecer um pouco mais do Artesanato Brasileiro.

Brasilia – Peças decorativas, flores e acessórios de moda produzidos com fibras de capim colonial, buriti, flores e sementes diversas.
Goiás – Peças decorativas e acessórios variados produzidos com recursos do Cerrado, como argila, pedra, madeira, couro, fibras, raízes, folhas, sementes, frutos e flores.
Mato Grosso do Sul –  Artesanato em cerâmica, cestaria, argila, pedra, arenito, osso e chifre de gado, palha, madeira, fio de buriti, caraguatá, granito, carandá, bambu, couro e baguaçu.
Mato Grosso – Artesanato em cerâmica e viola de cocho.

O próximo post desembarca na Região Sudeste, será o penúltimo post da Série Especial e já começa bater uma saudade, agora tenho que fazer esse roteiro “ao vivo”, já pensou? e m dia fizer, vou registrar e mostrar tudo para você!

Os links que usei para escrever esse post: A Casa; Artes do Brasil; Correio Braziliense; CNFCP; Cultura MT.GOV; Planejamento.GOV; Brasil.GOV; Secretária do Desenvolvimento de Goiás.